Uma Bike para Luiz e Miguel

Quando conheci esses meninos, eles não sabiam o que era sorrir. Eles haviam acabado de serem adotados pela Maria. Ela que trabalha de empregada doméstica havia feito planos de juntar dinheiro e comprar um motor home para viajar o mundo, vinha mês a mês, sonhando e comprando acessórios para o seu sonho. Hora comprava um aparelho de som, um jogo de jantar, enxoval, tudo que poderia ser necessário para mobiliar seu moto home, assim que o adquirisse.

Da noite para o dia ela mudou seu sonho. Decidiu adotar duas crianças. Isso mesmo, não bastava ser uma, obrigatoriamente teria de ser duas crianças, independentemente do sexo, cor, história de vida. Mas precisava obrigatoriamente seguir duas regras:

1) Serem maior de 3 anos de idade
2) Serem irmãos

E essas regras não foram por acaso. As justificativas dadas por ela foram:

1) Em abrigos as crianças escolhidas são menores de 3 anos. Os casais optam por recém-nascidos ou crianças com pouca idade.
2) Ela não conseguia pensar na possibilidade de irmãos serem adotados por famílias separadas ou mesmo um ser adotado e outro não

E não que ela começou a vender tudo aquilo que havia juntado para o motor home para pagar advogado, e viagens para visitar abrigos em outras cidades para conhecer as crianças para adoção.

Já na segunda viagem, ela voltou e disse: “ontem conheci meus filhos, não vejo a hora deles virem morar comigo”. Passado alguns meses eles vieram.

publicidade - ecmbf 2017

PUBLICIDADE: Siga o “Estúdio Carlos Menezes de Bike Fit” em nossas redes sociais: Instagram (@ecmbf) ou Facebook  (@ecmbf)  e concorra a um Bike Fit Completo, Clique na imagem acima para obter mais detalhes.Ela que é solteira, mora no assentamento do Glória e acorda diariamente tem a seguinte rotina:
– 5:00, acordam
– 5:30, caminham 40 minutos até a casa da avó
– 6:10, ela pega sua bike e segue empurrando na companhia das crianças até a escola das crianças.
– 6:30, segue pedalando mais 30 minutos para o trabalho e ao final da tarde, repete toda essa jornada.

E qual o sonho dessas crianças? Ganhar uma bicicleta cada um para poder sair de casa pedalando junto com a mãe, e assim poder dormir até mais tarde e não ter que caminhar tanto.

Durante todos esses anos nunca a vi reclamar da vida e nem mesmo deixar de sorrir, e o mais importante, ela devolveu o sorriso a essas crianças. O poder do amor e transformador e não tem limites.

Se quer colaborar com nossa campanha: “Uma bike para Luiz e Miguel” clique no botão abaixo e faça sua doação em qualquer quantia, podendo ser feito por boleto, cartão de crédito ou débito. Caso queira doar em dinheiro, entre em contato conosco.

“Você pode ajudar?
Se você pode você tem poder.
E de nada vale seu poder se você não o utiliza para transformar a vida de alguém”
PENSE NISSO

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *