Como suportar a fratura da clavícula

Em sete anos de site BioCicleta o Redator Edgardo Jorge está conosco praticamente desde o inicio. E ele é autor do artigo mais visitado e mais comentado ao longo desses anos. “Como Suportar a dor na Clavivula” (22/06/13). Esse artigo chegou a ser selecionado e publicado na Revista Bicicleta.

Os acidentes com ciclistas não são raros. Para alguns as quedas não são mais que um pequeno inconveniente ou parte da aventura na bicicleta.

Esse tipo de ciclistas depois de um acidente levanta, tira a poeira, confere se sua bike teve algum dano e volta a andar como se nada tivesse acontecido (eu mesmo já fiz isso!). Mas existem outros casos onde o ciclista bate no chão e a conseqüência final é um osso quebrado.

Os acidentes não só podem afetar o andar de uma pedalada, como também podem trazer problemas posteriores. Nos últimos 10 anos sofri umas 10 quedas (de filme). Muitas dessas de lado por não destravar o pé, ou quando termina com a bike de cabeça na lama. Refiro-me quando perde-se totalmente o controle, saindo voando pelo ar, bate como bola e termina como pedra longe da bike. Foi em um de esses acidentes que quebrei um osso, especificamente a clavícula.
O tratamento para a fratura de clavícula é algo estranho; na quebra de um braço, os médicos colocam um gesso, ou uma férula para imobilizar; se torce um tornozelo igualmente colocam uma férula; se quebra um dedo, colocam uma tala e indicam gelo.

como suportar a fratura de clavicula 01

Mas por sua localização, a clavícula, na parte de cima do peito e muito perto do ombro é praticamente impossível que tenham que dispor de um gesso para imobilizar o peito todo e o ombro; e a operação não é necessária a menos que a clavícula tenha se partido em vários fragmentos ou esteja afetando nervos ou artérias. Pois é, quando você quebra sua clavícula, geralmente vai sair do hospital com alguns calmantes para a dor e advertido de que NÃO pode mover o braço para que solde bem. No mais depende de você. Eu já tive nessa, sei de algumas lições que poderam te ajudar se alguma vez estiver na mesma situação.

Os conselhos são: Muita paciência. Acho fundamental, mas sempre pense na recuperação mental; primeiro o físico e depois muita vontade pra esquecer medos e traumas posteriores que façam tremer pegar a bicicleta ou fazer o de sempre.

PACIENCIA É A MÃE DE TODAS AS VIRTUDES

Tem que encarar que está com um osso quebrado; esse não solda da noite para o dia; e para que fique bom leva tempo (que muitas vezes parece eterno). E a maioria desse tempo tem que ficar quieto, sem movimentar, em posições que as vezes são chatas e incomodam, mas isso é para que solde corretamente.

O primeiro passo é escutar o doutor e o seu corpo; durante as primeiras duas semanas deve tentar ao máximo de não mover o braço (ainda que se durma). Cada movimento que faz, ainda que seja pequeno (como passar um buraco quando está no carro), causa muita dor. Dormir é toda uma aventura, mas o pode complementar com travesseiros como se fosses um rei! Use muitos travesseiros para apoiar o ombro e para não girar… a melhor é a posição “Drácula”; é básica para dormir. Minha técnica foi deitar-me entre travesseiros, e no sofá da sala nas tardes para não mover-me, e acredite: meus dedos da mão esquerda (sou destro) fortaleceram e exercitaram como nunca escrevendo no computador!

como suportar a fratura de clavicula 02

Depois de um par de semanas a ficar quieto, sem mover, a maior parte do tempo deitado, vai cair na conta que colocar alguns limites é importante. Quando o osso começa a soldar, em uns 20 dias (3 semanas) começa a sentir-se melhor e ira querer acrescentar suas atividades aos níveis normais. Seguramente se você é uma pessoa hiperativa como eu, e que está acostumado a fazer coisas o dia todo, vai dar-se conta que é uma loucura fazê-lo! Descobri que todo dia o passo planejando, trabalhando, criando, improvisando, quase sem descansar. Mas depois de um acidente, até as coisas mais simples cansam, assim terá que pensar suas atividades com muito cuidado.
Tem que entender que todas as atividades “regulares” tornam-se mais difíceis. Vestir-se pode requer outro par de mãos que ajudem ou vai ter que vestir como um “romano antigo” envolvido num lençol.

Começará a usar sapatos sem cordões, camisas “largas” de botões, porque lembra que sempre leva o braço junto ao peito e bermudas. Dirigir um carro é quase impossível com um braço, só porque não tem mobilidade nem a mesma capacidade de reação e mais com a quantidade de buracos que há nas cidades.

Os primeiros dias cada queda num buraco é uma dor imensa no braço. Use isto como desculpa para caminhar mais (ainda que aprenderá a caminhar sem muito mexer, porque sente que dói até os cabelos). Caminhar vai-te ajudar a manter os músculos, as pernas e o coração em ritmo, e isso significa menos tempo para voltar a pegar condição física quando puder retornar à bicicleta novamente.

Mas há algo importantíssimo que não pode deixar de fazer (e que eu não fiz, o qual atrasou mais minha recuperação) tome o tempo necessário para ir a terapia de recuperação muscular. Talvez fazer esse tipo de exercitação pode parecer muito, mas se não faz fisioterapia o osso poderá calcificar incorretamente e se chega a ocorrer uma fratura no mesmo lugar, a recuperação vai ser ainda mais lenta, se alguma vez acontece de novo (Lance Amstrong fraturou-se em sua vida de ciclista umas 7 vezes a clavícula, e os acidentes não avisam).

bike fit - publicidade 04

Eu tentei de manter-me ativo, (ainda acho que as vezes mais do que o necessário), de alguma maneira com a cabeça longe de bobeiras e isso foi muito positivo. Na realidade, as 4 primeiras semanas deve-se ter muito cuidado porque são as críticas e a terapia hoje é básica nessas fraturas.

AO FINAL… EM FRENTE!!!!, TEM QUE REGRESAR À BICICICLETA

O passo final é voltar a bike… pegar de novo a fiel parceira. Uma vez que está pronto para sair de novo aos caminhos, tem que se assegurar que a primeira vez, seja numa saida curta e simples. Minha experiência foi que depois de quase 10 semanas e com licença do doutor, fiz uma rodada por perto de 45 minutos, por pavimento em bom estado, porque tinha medo de ter dores posteriores, mas na realidade nunca passou; isso foi um bom sinal!

Depois, aos poucos fui tomando mais confiança e não corri risco nenhum por excessos. Mesmo assim, saídas curtas e limitadas também significam muito tempo sem a bike. Use esse tempo que está sem a bicicleta para fazer algum trabalho de recuperação física, e também pode trabalhar um pouco na bicicleta (que seguramente ficou em “qualidade de lixo” depois da batida). Também pode usar este tempo para tirar todos os fantasmas que ficam depois dum acidente, porque na verdade, em geral pode-se perder a confiança e vai necessitar muita paciência para tê-la de novo. Assim o tempo vai passar, e aos poucos você acrescentará a vontade de voltar à bici.
Quando achei que eu já estava ao 100% encarei à trilha mais dura que pude, para demonstrar a mim mesmo que era capaz de dirigir novamente, por suposto esse dia, ia com todo o medo do mundo; a falta de confiança traduzia-se em falta de habilidade e isso começou a molestar-me, obrigando-me a voltar a ter a destreza que tinha antes. Depois desse dia, minha confiança voltou e agora estou novamente rodando tanto quanto posso, em todo nível e em realidade, a diversão é maior que antes, mas acho que agora normalmente pedalo mais concentrado no caminho que antes.

SEMPRE AGRADEÇA A TODA AS PESSOAS QUE AJUDAM E ANIMAM

É muita, muita a gente que vai-se preocupar com você, farão visitas, perguntas (não gostei disso), mas acontece. Seguramente haverá pessoas que estarão ali, e algumas mais estarão sempre com perguntas sobre a recuperação, mas em especial haverá muita gente que vai-te ajudar a todo momento, e que seguramente, terá que agüentar seu mau humor pela dor, a crise existencial por não poder-se nem mover! E mesmo que saiba do incomodo, ajudarão a vestir, comer, ou bem vão te deslocar onde você precisar, ou ainda mais, com as compras e coisas que não pode fazer por só ter uma mão quieta. Essas pessoas merecem agradecimento, elas são muito valiosas em sua vida.

O melhor conselho que posso lhe dar nesta situação ou com lesão qualquer é: MANTER A MENTE EM POSITIVO. Deverá ser criativo, use seu tempo em criar; pensar coisas pra manter ocupada a cabeça. Os ossos quebrados vão-se sanar, mas nunca permita que os acidentes destruam seu espírito… um ciclista é uma pessoa anormal, sempre volta e se supera!

redator edgardo jorge sanrame
NOME: Edgardo Jorge Sanrame
CIDADE: Córdoba – Argentina
PROFISSÃO: Consultor de Sistemas, Desenhista de peças de aço
ESCREVE SOBRE:  Bicicleta e suas variantes

 

49 comments

  1. Estou a 51 dias após a quebra da clavícula. Tirei a tipóia 4 dias. Agora comecei a fisioterapia. Realmente é muito dolorida está fratura e os medos devem ser tratados durante esta pausa da pedalada.

  2. Cara estou há 5 dias nessa situação. Fora a bicicleta , pois o meu acidente foi jogando futebol, me vi totalmente na mesma história kkkkkkk Quando você se descreve parece estar narrando o meu dia. Show de bola seu artigo. Conseguiu me tirar gargalhadas num momento onde estou totalmente mal humorado por conta dessas dores. Um like pra sua matéria!

  3. Sou universitário e fraturei minha clavícula treinando judô cai sobre o meu braço.
    E gostei do que disse ; que a virtude é a mãe da paciência.
    Obrigado pelo o incentivo!

  4. Estou com 4 dias com a clavícula quebrada, a minha foi uma queda de moto, o pior é que eu preciso trabalhar, está sendo muito difícil.
    Eu fiquei mais preocupado ainda porque o meu medico só passou uns medicamentos e uma tipóia, e mandou de volta pra casa, vc acha isso certo? Ou devo procurar outro medico? Me ajude.

  5. Estou a 60 dias com cravicula quebrada e não sinto Mais nada mais so com 90 dias o médico me liberou para trabalhar parece nunca ter fim esse tempo estou ansioso para voltar a o trabalho .

  6. Gente alguem sabe se quem fratura a clavícula sente dores nas costas quando faz algum esforço ou espirra tosse meu namorado quebrou em um acidente de moto e quando faz alguma dessas coisas sente dor naquele osso que chama escápula ele e ligado a clavícula !

  7. Oi, meu marido está no quinto dia com a clavícula quebrada, o acidente aconteceu após um motoqueiro o derrubar da bike, ele chegou a ficar inconciente, o capacete ficou amassado, indicando que ele bateu a cabeça no chão, foi um susto muito grande. Ele esta impaciente e de mau humor tb rsrs…amei o seu artigo!

  8. Oi estou a 15 dias com a clavícula fraturada, mas diferente dos relatos que li na internet eu optei por fazer a cirurgia e “colar” a fratura com alguns pinos e uma pequena placa de titanium. Fiquei por 3 dias com o braço na tipoia pensando se seria melhor o procedimento cirúrgico ou deixá-la cicatrizar sozinha e hoje após 15 dias de cirurgia tenho a certeza que fiz a escolha certa. Em momento algum senti dor após a cirurgia, e no terceiro dia já não tomava mais a medicação para dor. Meu braço se move praticamente 80% do que o normal é ainda não comecei a fisioterapia pois vou tirar os pontos amanhã. O procedimento foi bem tranquilo, apenas 1 dia de internação e no dia seguinte já estava em casa, agora já estou voltando a confiança de pegar algo mais pesado e fazer alguns movimentos mais bruscos, se não tivesse feito a cirurgia, acredito que ainda estaria com o braço na tipoia, dormindo de barriga pra cima e rezando para a dor passar. Espero que tenha ajudado alguém que esteja passando pelo mesmo dilema que passei, pois procurei relatos na internet e não encontrei nada parecido.

    • Olá pessoal hoje faz 20 dias que estou com a clavícula fraturada vou passar por cirurgia para colar com alguns pinos e placa de titanium. Estou usando a tipóia e sinto dores quando eu acordo,mas logo passa.Gostaria de saber se após a cirurgia demora muito a recuperação?estou ansiosa para voltar a trabalhar.

    • Também fui obrigado a “optar” pela cirurgia. Faz 1 dia de pós cirurgia e terei alta amanhã. O médico disse que em 15 dias vou iniciar alguns movimentos simples. Uso tipóia e é bastante incômodo. Mas, é hora de ter paciência. Abraço.

  9. Estou com dois meses, que quebrei minhá clavícula quebrada num acidente de carro , sinto mta dor ainda e tô usando o (8) tem hora que fico desesperada , achando que essas dores não irão passar , tenho 55 anos…Mais depois desse relato vo tentar ficar mas calma.obrigado.

  10. Estou a 55 dias com a clavícula quebrada, devido a um tombo de bike.
    Não fiz cirurgia e estou alternando entre a tipoia e a ortese em 8. Já não sinto dores na fratura, mas a escapula atrás dói muito, talvez por ter perdido massa muscular neste período.
    Excelente texto. Muito semelhante com que estou passando.

  11. Belo texto. Estou a 40 dias com a clavícula quebrada em 3 locais. Fiz cirurgia a 20 dias e coloquei um placa e 7 parafusos. O mais difícil não é controlar a dor e sim ter paciência para fazer tudo só com uma mão, no meu caso a esquerda.

  12. Ótimo texto.
    Me fez adquirir conhecimento e refletir sobre.
    Amanhã fazem 60 dias que estou com a imobilização em 8.
    Meu osso está demorando a calcificar, mas tenho fé que logo vai fechar essa calcificação.

  13. Eu estou com a clavícula quebrada quebrada faz 44 dias e ta sendo os piores dias da minha vida alguém q esteja vendo esse artigo hj me chama no wpp 021968612401 pra me ajudar

  14. Hoje faz 5 dias com a clavícula esquerda fraturada, foi numa queda de uma ponte, não sinto dores e estou de tipoia sendo muito disciplinada. Seu texto foi excelente, não vejo a hora de voltar às minhas atividades normais.

  15. Hj tem 28 dias que fraturei minha clavícula esquerda. Colocaram um tipoia em 8 mas a dor era insuportável. Voltei ao médico mandaram eu comprar uma tipoia vealpeu. Nao sinto mais dor. Mas tem um caroço. Tenho dúvidas quanto tempo preciso ainda ficar com está tipoia??? Tenho medo de tirar e nao. Calcificar direito.

  16. Estou a dois dias, com a cravicúla quebrada. Tenho 56 anos.quebrei numa luta de jiujitsu. Algumas atividades como: tirar a camisa, dormir. doi muito. Tenho um longo caminho pela frente.Depoimentos como estes, vão me ajudar muito na minha recuperação.
    Grato

  17. Estou a dois dias, com a cravicúla quebrada. Tenho 56 anos.quebrei numa luta de jiujitsu. Algumas atividades como: tirar a camisa, dormir. doi muito. Tenho um longo caminho pela frente.Depoimentos como estes, vão me ajudar muito na minha recuperação.
    Grato

  18. Quebrei a clavícula e 4 costelas num acidente de moto. No dia me imobilizaram com uma tipoia e me mandaram pra casa. Voltei com uma semana e o raio x indicou que estava desalinhada o que tornaria muito difícil a calcificação . Resolveram me operar e colocaram placas e parafusos. As 48hs iniciais foram punk. Mas agora sinto pouca dor. Mais incomodo pois a pele Eh fina e ainda sinto a região um pouco dormente. Mas a cada dia sinto que estou melhorando. O bom fds cirurgia Eh que sei que a placa vai manter ela no lugar correto então me dá mais liberdade pra mexer. Daqui a 3 dias tiro os pontos e aí vamos ver. Obrigado pelo artigo. Foi sinistro mas sei que vai passar.

  19. Muito legal o post me identifiquei em muitos comentários kkk, pra variar quebrei a clavícula a 15 dias lado esquerdo, tombo de bike em pelotão… Usei tipóia por uma semana e enfaixamento em 8 por 2, agora estou utilizando imobilizador e tive o prazer de poder tira-lo para tomar um banho decente… Uma coisa simples, mas foi bom demais rsrs aos acidentados, boa recuperação e tenha certeza que essa fase passará!

  20. Quebrei a clavícula a 3 dias,to muito mal com muita dor, pois estou grávida de 10 semanas e com muitos enjôos, e agora com essa dor insuportável, a minha não chegou a quebrar só fraturou, será que em três semanas já tô melhor?

  21. Hoje faz 20 dias que fraturei a clavícula em queda de moto de trilha, estou usando órtese em 8 que comprei, vou passar pelo retorno amanhã o medico disse que vai umas 6 semanas para colar o e se não colar por estar muito distante vai ter que optar por cirurgia, mas um pouco diferente do texto acima, não tive nem um problema para dormir em nenhum dia, alguns movimentos as vezes dói, o ombro esta dormente as vezes arde o músculo, estou trabalhando num pet shop para minha esposa não ficar sozinha as vezes pego uns sacos de ração de 15 kilos porem só com o braço direito, dirijo quase normal desde o primeiro dia.
    Gostei do texto, mas quando li no primeiro dia fiquei assustado, graças a Deus comigo foi diferente.

  22. Ja estou a 4 meses com a clavícula fraturada e nada de colar. Estou usando um suplemento que o medico recomendou pra ajudar na consolidação. O ombro doi demais e a cabeça media do biceps parece que foi lesionada tb. Muito cansado de tanto tempo sem pedalar, comecei a movimentar o braço ha uns dias, agora to fazendo alongamentos e exercicios leves com ele. Muito frustrante ver que a maioria com 2 a 3 meses ja esta com osso colado e eu ainda nessa luta. Mas é isso ai, cada caso é um caso.

  23. Fantástica narrativa. Além do tombo e da fratura, estou com o EGO ferido. Meu tombo foi de moto. Estava devagar e outra moto me fechou e acabei batendo e caindo. Isso aconteceu a 3 dias. Minha esposa e 2 filhas estão me salvando. Terrível não poder tomar banho sozinho. Dói até qdo respiro !!! Mas depois de ler seu artigo, fiquei menos apreensivo. O jeito é esperar.

  24. Muito bom texto
    Eu cai de moto minha clavicula estraçalhou ja fazem 4 semanas a dor e algo constante e tbm sinto dor quando respiro fundo

  25. Boa noite… fiz cirurgia na clavicula . Ate então não sentia dores… essa semana depois de 28 dias da cirurgia q coloquei 1 parafuso interno e um pino externo estou sentindo dores e fisgadas no pino… to preocupada e so vou tirar esse pino aqui 19 dias.. eh normal isso? Alguem pode m ajudar.

  26. Estou a 15 dias com a clavícula faturada quebrada estou a tipoia em 8 isso tem resultado mesmo estou no desespero alguém pode me dar uma orientação

  27. Hoje faz 19 dias que fraturei minha clavícula direita, os primeiros médicos que fui fizeram tentativa com tipóia, mas como a dor e ardência não passavam procurei um especialista de ombro e ele indicou cirurgia urgente pois não havia aproximação dos ossos fraturado e nunca haveria cicatrização sem intervenção cirúrgica, hoje tem 4 dias que fiz a cirurgia, estou mais segura, menos dor, por isso eu lhes aconselho se no seu RX os ossos estão separados procure a opinião de mais de um médico, isso pode lhe causar menos sofrimento. Abraços

  28. Hoje faz 16 dias que fraturei a clavícula,estou com a tipóia em oito,o médico disse q os ossos estáo um pouco afastado pediu pra ficar mais umas duas semanas pra vê se cola se não tem que fazer cirurgia. não sinto dor não, só estou achando ruim pra dormir. Mais vai dá tudo certo!

  29. Tenho duvida e cruel….
    Hospital geral de Itapecerica da Serra , médico confirma paciente com fratura de clavícula , passa medicação somente e libera paciente para voltar 5 dias depois para decidir se irá realizar cirurgia ou convencional.

    Abusrdo???
    ou mudou algo no tratamento ?

    Alguém pode informar?

  30. ola estou a três dias com a clavícula quebrada, o médico disse estar com uma fratura de costela, estou tomando remédio não estou com muita dor,sinto o croqui croqui no ombro gostei do texto ajuda muito nesse momento valeu gente “Deus ” ilumine todos.

  31. Tem 15 dias que quebrei a clavícula em um acidente de moto, e agora estou melhor para fazer alguns movimentos , o médico me receitou ortose(oito).
    Para dormir é horrível pois cama para mim realmente nessa situação não dá.Me adaptei na rede durmo bem sem sentir muito incomodo .
    Espero que meu retorno médico ocorra tudo bem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *